A COMUNICAÇÃO VERBAL NO SÉCULO XXI

Automotivação para a Implantação da Qualidade na Empresa
Existe uma oratória própria e bastante complexa, resultante da reunião de todas as outras oratórias, para o executivo, empresário, administrador gestor, contabilista, líder, profissional liberal, homem de marketing ou vendas, acadêmicos, entre outros.

O profissional competente para a ação e eficaz em sua atuação, deve ser orador o tempo todo. Não basta saber falar nos momentos solenes. Ao passar uma simples orientação, vender seu produto, serviço, idéia ou talento, é preciso que empregue as palavras certas, a entonação correta e com entusiasmo. Suas armas principais são a voz e a aparência.

A aparência depende, basicamente, da expressão corporal. No entanto, a voz e o corpo necessitam da disciplina militar, da persuasão forense, do arrebatamento político, ou ainda, da sutileza da oratória sacra.
Sendo assim, ao pensar em "Comunicação no Século XXI", devemos considerá-la e evidenciá-la em relação aos profissionais em ascensão.

Entre as pessoas que disputam o mercado de trabalho, como podemos testemunhar no trato diário com nossos alunos, um número considerável encontra dificuldades de toda sorte ao tentar vender suas idéias ou polir talentos, bem como seus produtos e serviços.

Acreditamos que com o progresso constante da informática, cada vez mais a atividade profissional exigirá do homem o exercício pleno da sua comunicação verbal: comunicar-ação. Colocar sentimento, prazer, entusiasmo, amor e automotivação, em toda ação do dia-a-dia, é o que determinará a qualidade da comunicação e a competência para a ação. A comunicação é o ingrediente que fará a diferença no sucesso pessoal de cada um, na sua instituição, nos seus negócios e, sem dúvida, na relação a dois.

O grande embate do século XXI terá, de um lado, o avanço da ciência no desenvolvimento da informática, e de outro, o homem automotivado, e com sua extraordinária capacidade de comunicar-se verbalmente (quando desenvolvida). Ao nos referimos a automotivação, no seu sentido mais amplo, observamos que o homem automotivado exibe o comportamento que quer e quando o quer, advindo de sua própria energia. Sendo assim capaz de empreender, por si só sua caminhada, independente de estímulos externos.

A comunicação verbal e a automotivação serão os fatores e os diferenciais em qualquer negociação.

Se assim não fosse, como venderíamos produtos iguais com o mesmo mix de componentes e com preços idênticos?

A comunicação ou a oratória (oratória, ver Aurélio. Arte de falar ao público) sempre esteve na base de todo conflito humano, bom ou mau. Cremos não haver sobrevivência profissional sem comunicação e competência para a ação de vender idéias e talentos. Comunicação e automotivação são atributos humanos ainda não ameaçados pelas ciências da informática.

ACREDITE! VOCÊ TEM O DOM DA ORATÓRIA!


Veja também: Cursos

Entre em contato.

Voltar